Samuel Martinelli

bio e imprensa | novidades e projetos | galeria
"Já apresentei e gravei a peça “Harlem” composta por Duke Ellington com mestras da baterista, e a interpretação e maestria executada por Samuel ficaram à mesma altura."​
Maestro Maurice Peress



"Músico versátil, com swing, porém sútil e intrigante. E nunca tocando muito alto - perfeito baterista para uma cantora."
Cantora alemã Misha Steinhauer

Samuel Martinelle é baterista, compositor, e educador morando em Nova York. Bacharel em Musicoterapia, trabalhou no período da faculdade com idosos e adolescentes.

Mudou-se para Nova York com sua esposa Carina para estudar na Escola de Música Aaron Copland, na Universidade da Cidade de Nova York - Queens College, onde se formou Mestre em Música com ênfase em estudos sobre Jazz. Lá estudou com o renomado baterista e arranjador, Dennis Mackrel.​​

Desde que se mudou para os EUA, Samuel já tocou e gravou com artistas de renome mundial. Ele é o atual baterista do grupo do trompetista brasileiro Claudio Roditi, que já foi nomeado diversas vezes ao Grammy americano. Outros nomes incluem a cantora ganhadora do Grammy Latino Alcione, Hendrik Meurkens, Marcus McLaurine (ex-baixista de Clark Terry), Nilson Matta (baixista nomeado ao Grammy americano), Paul Meyers, John Lee (ex-baixista de Dizzy Gillespie), premiada pianista japonesa Tomoko Ohno, Maestro Maurice Peress, cantora alemã Misha Steinhauer, conhecido baixista brasileiro Itaiguara Brandão, guitarrista Rob Block.

Samuel já se apresentou em grandes palcos, como o principal palco do Carnegie Hall, o teatro mais importante dos EUA e um dos mais importantes do mundo, por seis vezes, incluindo a estréia mundial da peça Credo, composta pelo reconhecido compositor para corais, Dr Andre Thomas. Também já se apresentou no LeFrak Hall em Nova York, New Jersey Performing Arts Center, South Orange Performing Arts Center, Shangai Jazz Club, Jazz Forum, Trumpets Jazz Club, Scranton Jazz Festival, Zinc Bar NYC, Downtown Westfield Jazz Festival, Monmouth Library Jazz Series, Folger Shakespeare Library in Washington DC, RockWood music Hall in NYC, entre outros palcos nos EUA e Brasil.

Em 2018, lançou seu primeiro álbum como líder, chamado Crossing Paths (trad. Caminhos Cruzados), que contou com a participação de Claudio Roditi, Marcus McLaurine, e Tomoko Ohno. O álbum recebeu boas críticas, incluindo o mais importante site sobre jazz do mundo, o AllAboutJazz. O álbum foi lançado em 2018 no Trumpets Jazz Club e também no Jazz Forum, importante clubes de jazz dos EUA. Saiba mais sobre o álbum aqui.

Como educador, Samuel criou o projeto sobre música brasileira chamado “Brazilian Clef”. O projeto consiste em apresentações e aulas sobre música brasileira, suas características e história. Esse curso já foi apresentado aos alunos de mestrado da Queens College em 2017-18, e também no curso de verão Litchfield Jazz Camp, também em 2017-18

Em 2017, Samuel recebeu o visto americano para “pessoas com habilidades extraordinárias”, concedido pelo governo daquele país.
No mesmo ano, recebeu o patrocínio da marca de baterias japonesa, Canopus, uma das mais importantes marcas de bateria da atualidade.

 

imprensa

resumo biografia

Download

fotos alta resolução

Download

1

Download

2

álbum crossing paths

Download